top of page

Dados importam, significado também.

Propomos a conexão de conhecimento entre pesquisadores e profissionais atentos às transformações das cidades contemporâneas.

É preciso saber formular as perguntas que nos levarão a agir na mesma velocidade em que recebemos os dados.

Neste cenário, a dimensão transdisciplinar ganha protagonismo, em uma expertise que reúne o conhecimento de arquitetura e urbanismo, ciência de dados, engenharia, ciência econômica e também comportamental.

Conhecimento compartilhado

O primeiro ponto para se pensar uma cidade responsiva é investir em conhecimento e ampliar sua absorção.

Ao unir agentes públicos e privados ao conhecimento e à pesquisa, criamos o cenário propício para a agir no desenvolvimento urbano.

Observatório de Indicadores

Criamos indicadores 
organizados em bases tecnológicas para monitoramento das dinâmicas urbanas.

Conheça o Indicador de
Acesso à Moradia, desenvolvido para verificar o equilíbrio entre a demanda e a oferta de moradias nas capitais brasilerias.

Conteúdos textuais

Responsive Cities Institute, Luciana Fonseca | Revista Exame

O cidadão como protagonista da cidade

"A cidade responsiva surge como um modelo que considera seus habitantes como agentes ativos e conscientes. Por meio da tecnologia colaborativa ou crowdsourcing, os usuários podem fornecer voluntariamente informações que se transformam em dados. Diferentemente das smartcities, que se valem de dados captados por sensores enviados para uma central de planejamento para a tomada de decisões, as responsive cities prezam pelos inputs de dados em plataformas como o waze, que organiza a mobilidade através da dinâmica imediata da cidade: ação e reação."

Biblioteca

"A forma urbana como problema de desempenho o impacto de propriedades espaciais sobre o comportamento urbano"

2009

Autores: Vinicius M. Netto e Romulo Krafta

Veículo: R. B. ESTUDOS URBANOS E REGIONAI S V. 1 1 , N. 2

"Networked government"

2003
Autores: William D. Eggers e 
Stephen Goldsmith

Veículo: Government Executive

"The Spatial Organization of Cities: Deliberate Outcome or Unforeseen Consequence?"

2004

Autor: Alain Bertaud

Veículo: UC Berkeley,
IURD Working Paper Series

"Building a Science of Cities"

2011
Autor: Michael Batty

 

Veículo: UCL Working Paper Series

"Social Interaction and the City- The Effect of Space on the Reduction of Entropy"

2017
Autores: Vinicius M. Netto, Joao Meirelles e Fabiano L. Ribeiro

Veículo: Hindawi

"Urban systems as cellular automata"

1997
Autor: Michael Batty

 

Veículo: Environment and Planning B: Planning and Design

"Big data, smart cities and city planning"

2013

Autor: Michael Batty

Veículo: Dialogues in Human Geography

Conteúdo em vídeo